Monday, October 12, 2009

Céus, como eu queria que aquele pássaro pousasse de novo em meu travesseiro, como queria que ele derramasse sobre mim todo o peso de suas habilidades. Eu passaria bem de leve as mãos por suas curvas tão perfeitamente modeladas e beijaria as flores que foram deixadas sobre a minha cama! Aqui, no meu pedacinho do mundo, ainda sinto a presença calma da felicidade, bem como o som exuberante de sua música! Sempre abro dentro de mim todas as janelas possíveis para que ele volte, porque pior gaiola é aquela que se constrói dentro do peito, ali onde um músculo pulsa pela vida! Saibam que eu choro sim! Eu choro esta ausência por nós dois e espalho deste modo minhas partículas de dor e de saudade pela atmosfera úmida sem, todavia, manchar a beleza de nossos momentos, sem lamentar cada despedida necessária para o nascimento de um novo encontro. Prometi não mais atraí-lo para as armadilhas do meu abraço e, em contrapartida, ele enviou-me a mais honesta poesia: “liberdade, é o que quero dizer”.

7 Comments:

Anonymous tulim said...

=~
chamei a pessoa certa pro jornal, haha. :)

5:28 AM  
Anonymous Julian said...

El corazón que sufre se aleja del corazón libre.

El texto está maravilloso.

1:29 PM  
Blogger Life in Every Breath said...

Liberdade,sempre a busca,né?
Ótimo texto, como sempre!
:*

3:52 AM  
Blogger Carlos Howes said...

A almejada liberdade tem seu o preço...

Um belíssimo escrito.

12:31 PM  
Anonymous Anonymous said...

"Sempre abro dentro de mim todas as janelas possíveis para que ele volte..."

Lindo demais isso.
Adorei!
Que delicadeza é a espera não é mesmo?!

beijos

7:22 PM  
Anonymous cezarino said...

hm...isso foi bonito, mas, mesmo sendo bonito é triste. Às vezes coisas tristes podem ser bonitas. Às vezes a liberdade faz faltar um pedaço, uma asa, onde um vai voar e o outro vai ficar no chão. Tem como dois pássaros voarem com um par de asas?

10:43 AM  
Blogger Erica Saraiva said...

Bonito e triste, mas quantas vezes nao somos passáros em busca de liberdade também?

saudade Tatá

=*

4:34 PM  

Post a Comment

<< Home